23 maio 2016

Eu Não Sou Dessas


Eu não sou igual a você. Isso te incomoda? Que pena, eu não sou. Aqui dentro tem um complexo universo de sentimentos e ideias, que você jamais vai saber ou poder entender, nem eu entendo e nem Freud explica. Já aí dentro tem um outro universo ao qual meu acesso nunca será completo, por você ser diferentemente complexo.

Eu quero que você entenda que eu não vou te agradar. Minhas roupas são o que são, eu gosto de conforto, mas de vez em quando, um salto pode me fazer sentir poderosa. Não sou dessas que escolhe um lado.

Eu quero fazer o que eu quero. E daí que você acha depressivo ir ao cinema sozinha sábado à noite. Eu simplesmente gosto de escolher o que ver e quando ver, meus amigos me acompanham e discutem comigo quando puderem. Não sou dessas que precisa de companhia para tudo.

Hoje eu te dou um abraço, amanhã um tchauzinho, porque tenho uma certa bipolaridade social, entretanto não significa que eu não goste de você, talvez seja apenas o meu ânimo. Não sou dessas extrovertidas, mas não sou otária.


Eu sou dessas, que como você, posso ser mais uma na multidão, mas também posso ser especial no infinito de alguém. Eu não sou dessas que acha que meu universo é superior, o que eu tenho aqui é apenas peculiar. O que você tem ai não precisa me agradar.

Xerim!

21 maio 2016

Fotos: 6 Fotos Do Ensaio Por Léia Galvão - Parte 2

A segunda parte do ensaio que fiz a convite da minha amiga fotógrafa Léia Galvão, fomos ao Jardim Imperial da cidade para realizarmos um ensaio. 

Veja a Primeira Parte.


1.


2.


3.


 4.


5.


6.


Outras estão nas redes sociais.

Xerim!

19 maio 2016

TV: 5 Mulheres De Fortes Papéis Em GOT

Game Of Thrones é uma das série mais amadas, cheia de fãs loucos, por outro lado, também é uma das mais criticadas sobre como exibe a figura feminina, suas relações com o sexo oposto e as cenas de sexo, nudez e estupros. Os produtores alegam que estas são coisas que existiam na época medieval e têm que ser retratadas com certa veracidade, apesar de eu não concordar com muitos pontos e argumentos dos responsáveis pela série, devo admitir que além de personagens femininas muito fortes, elas são decisivas para trama de uma forma envolvente. Elas possuem poder, elas lutam por ele, elas são guerreiras, elas tomam posições e decisões, são determinadas, manipulam... Essa temporada os papéis dessas mulheres tornaram-se cada vez mais importantes e influenciadores na trama. O CP separou para você os destaque do último episódio.


Contém Spoilers do último episódio.

1. Sansa Stark

Sansa Stark é uma personagem muito polêmica na trama de Got. Apelidada de "Sonsa" e acusada por trair sua família, pelo ideal de ser rainha, além de ter sido manipulada por Mindinho. Sempre sofre muito (como uma boa stark que é) e apesar de tudo, tem momentos de esperteza também. Dentre esses altos e baixos, nesta sexta temporada, mais precisamente neste quarto episódio, ela deixa de ser uma mera fugitiva de um marido psicopata, para alguém cheia de argumentos, com sede de vingança, decidida a retomar o que é seu por direito e da sua família. Vemos tudo isso muito claro em seu reencontro com Jon, o quanto a personagem amadureceu e como agora é capaz de envolver os outros com seus ideais.

2. Cercei Lannister

A amada/odiada Cercei, tem um papel importante na trama como a mulher que faz de tudo pelos filhos, a verdadeira leoa. Nesta temporada, ela faz de tudo para conservar Tommen, o reizinho inocente, ao seu lado. No quarto episódio, finalmente, ela consegue convencer o pequeno conselho a sua causa e lutar contra a Fé dos Sete. Adorei o dialogo dela com Olena Tyrell (a avó de Margarey), duas mulheres fortes se unindo em um plano comum, mesmo que se odeiem, ela fazem o que é preciso pela família.

3. Margaery Tyrell

Que de boba Margaery não tem nada, todo mundo já sabe, porém o desenrolar da jovem rainha na trama poderia nos dar a entender que ela finalmente estava se convertendo a fé, diante de suas longas conversas com o auto pardal e sua maneira calma de escutá-lo, quase que aceitando seus ensinamentos. Ao deixarem ver seu irmão, Loras, Margaery mostra que de boba não tem nada, exibe toda sua consciência e ajuda a levantar a estima do rapaz. Na cena do último episódio, ela que representa a força, a irmã caçula.

4. Iara Greyjoy

Que a irmã do Theon é uma mulher emponderada, todo mundo já sabe. Mesmo sendo mulher e caçula, sempre foi a mais cotada pelo seu pai para assumir o trono das ilhas de ferro. Neste quarto episódio vemos um diálogo interessante dela com seu irmão, sobre coragem e liderança.

5. Daenerys Targueryan

Certamente uma das figuras principais da trama. Muitas profecias são sobre ela, alguns acreditam que ela é a verdadeira herdeira do trono. Uma jovem (na série ela é uma adolescente) cheia de poder místico em seu sangue e sentido apurado para governar. Sempre lutando pelas minorias, porém sem pena, sendo impiedosa quando precisa e como foi na última cena do episódio passado. A garota que doma dragões e que pode fazer um exército se ajoelhar aos seus pés. Não é a preferida da galera, mas certamente, é uma representante emponderada.

E vocês o que acham das personagens? Qual a sua personagem preferida?

Xerim!

11 maio 2016

Fotos: 5 Fotos Do Ensaio Por Léia Galvão

Hoje foi dia de fotos. A convite da minha amiga fotógrafa Léia Galvão, fomos ao Jardim Imperial da cidade para realizarmos um ensaio.

1.



2.



3.



4.



5.



Tem mais algumas fotos legais que vou liberar nas redes sociais em breve.

Xerim!

10 maio 2016

Música: 1 Playlist, Vários Estilos

Eu quase sempre escolho uma música do dia no Snap (@cheiadepapo), pois simplesmente eu sou uma dessas pessoas que já acorda com uma música na cabeça. Pensando nisso, fiz uma playlist no Spotify dedicada a essas minhas loucuras musicais, que podem um dia trazer reggae, metal, MPB, R&B... A baixo selecionei algumas das músicas, para dar um gostinho.


1. Ela Só Quer Paz - Projota

Que garota "de boas" na vida não se identifica com nenhum trechinho da música? Projota já podia investir em um clipe mais legal, a altura da música. Além do mais, a melodia é gostosa, trás uma tranquilidade, que dá vontade de dançar, mas ao mesmo tempo de olhar a rua pela janela de maneira blasé. Postei algumas vezes essa como música da semana, porque não sai da minha cabeça. #Fato

Trecho Top: "Ela não cansa, não cansa, não cansa jamais; Ela dança, dança, dança demais; Ela já acreditou no amor, mas não sabe mais; Ela é um disco do Nirvana de vinte anos atrás" (...) "Hoje ela só quer notícias boas pra se ler nos jornais, amores reais, amizades leais; Ela entende de flores, ama os animais; Coisas simples pra ela são as coisas principais"

Dados: Escutada + de 6.500.000 no Spotify; vista + de 29.900.000 no YouTube.

2. Hotline Bling - Drake


Simplesmente sou viciada nessa música. Não me pergunte o por quê, mas amo escutar ela enquanto dirijo. Eu gosto dessa coisa da melodia suave para alguns dias em especial. Há quem diga que dá até para se sentir mais sensual quando a escuta, mas essas dancinhas do clipe me dizem o contrário.

Trecho Top: "You used to call me on my cell phone; Late night when you need my love". Tradução: "Você costumava me ligar no meu celular tarde da noite, quando você queria meu amor"

Dados: Escutada + de 438.800.00 no Spotify; vista + de 719.900.00 no YouTube.

3. Runaway (U & I) - Galantis

Essa música marcou um momento da minha vida e desde então, nos dias que quero me sentir mais animadinha, ponho ela para agitar um pouco e trazer boas lembranças. Funciona viu?! Fico sempre de bom humor (risadinhas reprimidas).

Trecho Top: "I wanna run; Chase the morning sun when I'm with you; Give it all away; Catching fire as the wind blows". Tradução: "Eu quero correr, perseguir o sol da manhã quando estou com você; Dê tudo fora, pegando fogo enquanto o vento sopra"

Dados: + de 228.900.000 no Spotify; + de 103.000.000 no YouTube.

4. Do You Wanna Know? - Artic Monkeys

Simplesmente amo essa música e não enjoo, muito porque adoro a banda. Inclusive aconselho a baixar já o CD AM (que tem essa música). Amo essa alternatividade melancólica, no entanto dá uma animada para seguir o dia. Vale a pena até ver o clipe, muito legal (dica: adiante lá pelos 1min.).

Trecho Top: "(Do I wanna know?) If this feeling flows both ways?; (Sad to see you go) Was sorta hoping that you’d stay; (Baby, we both know) That the nights were mainly made; For saying things that you can’t say tomorrow day" Tradução: poderia ser nós dois mas você não colabora (risos estramb, #memedomomento) "(Eu quero saber?) Se esse sentimento é recíproco; (Triste te ver partir) Eu meio que esperava que você ficasse; (Baby, nós dois sabemos) Que as noites foram feitas, para dizer coisas que você não conseguirá dizer amanhã".

Dados: + de 236.000.000 no Spotify; 303.300.000 no YouTube.

5. Dog Days Are Over - Florence + The Machine

Mais uma alternativa que te joga para cima. Adoro esse instrumental característico da banda, que mistura instrumentos líricos ao som do rock britânico. Vez por outra, já acordo cantarolando essa música, sem nem perceber. Aconselho a baixar os novos hits da banda também (Ship to Wrerck também é queridinha). O clipe é um amorzinho, bem Tim Burton com influência africana.

Trecho Top: "Happiness hit her like a train on a track; Coming towards her stuck still no turning back; She hid around corners and she hid under beds; She killed it with kisses and from it she fled". Tradução: "A felicidade a acertou como um trem nos trilhos, indo na direção dela, não há pra onde fugir. Ela se escondeu nos cantos, debaixo de camas. Ela matou-o com beijos e com isso ela fugiu"

Dados: + de 101.000.000 no Spotify; + de 66.200.000 no YouTube.

6. Is This Love - Bob Marley

Tem dias que estou para o reggae, não tem jeito! Gosto de escutar alguns clássicos do ritmo para acalmar os dias sem rotina, ou no transito.

Trecho Top: "I wanna love you and treat you right; I wanna love you every day and every night; We'll be together with a roof right over our heads; We'll share the shelter of my single bed". Tradução: "Eu quero te amar e te tratar bem. Eu quero te amar todos os dias e todas as noites. Nós estaremos juntos com um telhado bem acima das nossas cabeças. Nós dividiremos o aconchego da minha cama de solteiro"

Dados: + de 34.300.000 no Spotify; + de 89.900.000 no YouTube.


7. Invejosa - Maglore

Apenas porque Maglore me representa, sempre que escuto acho que essa é a música da minha vida. Aconselho baixar o CD III, que é um amorzinho por completo. Essa música, apesar da superação explícita, joga verdades a superar implícitas bem no meio da nossa cara, também.

Trecho Top: A música inteira "Hoje eu me sinto bem mais forte, minha dor já virou sorte. Vou buscando proteção, pra dar de pau em moleque. Eu não desvio do caminho, mesmo se estiver sozinho guardo força pra amanhã".

Dados: + de 111.000 no Spotify; + de 52.500 no YouTube.

8. Clube dos Canalhas - Matanza

Quando estou afim de agitar meu dia. Simplesmente amo esse som countrymetal da banda, me da uma animada instantânea e estou sempre escutando para malhar, ou antes da balada. Some qualquer preguiça.

Trecho Top: "Farra para tudo é um bom remédio, só um idiota completo morre de tédio. Queremos todo dia tudo isso que a vida tem de bom".

Dados: + de 801.000 no Spotify; + de 3.400.500 no YouTube.

9. I Am The Fire - Halestorme

Mais uma metaleira, que ponho para animar o dia. Sempre me empolgo com essa sonzeira, já fui para o show da banda, então de vez em quando, acho legal lembrar a vibe que vivi no dia. Uso muito para malhar também, sempre me da uma instiga, vontade de sair pulando, funciona! (risos contidos) #ficaadica.

Trecho Top: "I don't believe I'll fall from grace; Won't let the past decide my fate; Leave forgiveness in my wake; Take the love that I've embraced; I promise to myself, me and no one else; I am more than this". Tradução: "Eu não acredito que eu vou cair da graça. Não vou deixar o passado decidir o meu destino. Deixe o perdão no meu velório. Leve o amor que eu tenho enlaçado. Eu prometo a mim mesmo, para mim e mais ninguém: eu sou mais do que isso".

Dados: + de 3.800.000 no Spotify; + de 3.700.00 no YouTube.


10. Run Like The River - Vintage Trouble

Sou apaixona pela banda, desde que eu vi a performasse deles no Rock in Rio 2011. Um som completamente contagiante, feitos por pessoas completamente loucas. Mais um que escuto para animar e malhar. Infalível, me dar ânimo todas as vezes.

Trecho Top: "Mother said run baby run; Go ahead run baby run; Mother said run baby run; Run like the river" Tradução: Mãe disse corra, baby corra; Vá em frente corra, Baby corra; Mãe disse corra, baby corra; Corra como o rio". A música do Barry Allen (muitos risos e não contidos com essa referência).


Dados: + de 921.000 no Spotify; + de 260.00 no YouTube.

Veja a playlist completa no link: https://play.spotify.com/user/karlinhamenezes_/playlist/1nf8Qr9clpkuuOXOO1mGJL

Sempre vou ficar atualizando de acordo com o meu humor. Não garanto que você vá gostar de tudo, mas pode ser uma forma de descobrir músicas novas, ou se identificar com minha bipolaridade.

Vocês costuma escutar algumas dessas?

Xerim!

04 maio 2016

TV: 6 Motivos Para Ver Sense8

Mais uma indicação de série para quem gosta do assunto. Já faz um tempo que eu vejo essa série, mas só agora consegui parar um pouco para escrever sobre e dizer para vocês o que ela tem de bom.

1. História Original

Oito pessoas de países e culturas diferentes, fazem aniversário dia 8 de agosto de 2015 (que se somado os números dão 8) e misteriosamente têm a mesma visão da violenta morte de uma mulher chamada Angelica e, a partir de então, eles descobrem estar mental e emocionalmente ligados um ao outro, sendo capazes de se comunicar, sentir e apoderar-se do conhecimento, linguagem e habilidades uns dos outros. E logo descobrem que são Sensates. Apesar de parecer um roteiro completamente maluco de sci-fi (o que ainda pode ser, pois tem muita coisa a explicar), na verdade a série trata de complexos temas e é carregada de drama, por isso, a série classificada como ficção dramática. Ótimo ver algo completamente original, que não seja uma releitura ou uma adaptação.

2. Diretores e Criadores

Um dos motivos que me fez assistir a série foi saber que ela é dirigida, escrita e produzida por Lilly Wachowski e Lana Wachowski, irmãs transgênero e responsáveis (por nada mais, nada menos), que a trilogia do filme Matrix (só o Reloaded assisti três vezes no cinema, tipo obsessão mesmo), além do famoso J. Michael Straczynski, conhecido na industria dos quadrinhos por ter sido roteirista do Quarteto Fantástico e do Homem-Aranha. Então eu pensei: "não tem como dar errado". Ambos cheio de referências e experiências com ficção científica, porém com grandes mensagens intelectualmente reflexivas. Então, mesmo que você não entenda nada, vale a pena insistir, pois o sentido vai surgindo aos poucos.

3. Diversidade e Temas Polêmicos

Além de tratar sobre conflitos em diversas culturas, a série busca mostrar de perto cada personagem e o seu papel fundamental na trama com uma dificuldade pessoal própria, mas, ao mesmo tempo, com uma habilidade essencial para ajudar na trajetória dos outros. Um dos exemplos mais comentados é da hacker, transgênero e lésbica, vivida pela, também transgênero, atriz Jamie Clayton, que levanta o assunto do preconceito a classe trans, dentro e fora da série.

4. Nudes

Não sei se isso te atrai ou te retrai, mas de fato não é uma série para assistir com a mãe do lado. Os nudes estão lá em cenas de sexo heteros e gays, de banda e de frente, da cintura para cima e para baixo. E o mais louco são as cena que envolvem vários dos protagonistas juntos. Não sou a favor de assistir uma série pelos nudes, nem cenas fortes, mas algumas das melhores e mais divertidas cenas envolvem o tema, #fato.

5. Fotografia e Locações

Só pela abertura você já sente um amorzinho pelo visual da série. As locações e gravações foram feitas por todo mundo: Alemanha, Inglaterra, EUA, Coréia do Sul, Índia, México Quênia e Islândia. Em alguns casos, a produção optou por filmar eventos da vida real e seus públicos, o que nos trás uma sensação de realidade sobre os ambientes vividos por cada um. A imagem da série é bem clara, você entende tudo o que está na tela e consegue contemplar bem as lindas paisagens.

6. Para Ver Online

É uma produção original da Netflix, o que significa que podemos assistir aos episódios quando quisermos, sem hora marcada. A série tem uma temporada com 11 episódios, com cerca de 50min. cada. Entretanto, só retornará com a segunda temporada em 2017, contudo para consolo geral, este ano teremos um especial de Natal. Para quem já assiste, resta aguardar ansiosamente, mas se você tem pretensão de começar a ver, pode ser sua chance de acompanhar sem muito atraso.

E vocês o que acham da série?

Xerim!

02 maio 2016

SPFW - 6 Looks Da Passarela Para A Vida - Dia 4


1. Água de Coco


A Amazônia foi a grande inspiração da marca. Achei ótimo o trabalho nada caricato de trazer estampas florais e bem originais. O conjunto com maxi estampa, cheio de cores pode ser usado perfeitamente em uma festa na praia.

2. Amir Slama


Tirando o colar, que não usaríamos com um biquíni na vida real, o modelo é completamente usável. A tendência com borados vem forte na próxima temporada.

3. Glória Coelho


O desfile da GC, foi bem conceitual, cheio de looks assimétricos, que só seriam usados na passarela. Porém, achei este modelo perdido entre os loucos. Algo bem simples, que pode ser um coringa no guarda-roupa, e que se usado como está na foto, pode até ser um look de trabalho.

4.Helo Rocha


O modelo é peculiar e usado com bodychain, mas acho super usual para uma festa com ares de festival, por exemplo. O vestido, ao mesmo tempo, também é super social e versátil.

5. Patricia Vieira


Amei os looks da grife, que se apresentou de maneira bem comercial. Um look casual e fashionista, o vejo em coquetéis.

6. Patricia Vieira


Amo todos os detalhes do look, saias lápis são super versáteis. Cabe em eventos diurnos ou noturnos, sem problema algum.

E vocês gostaram mais de qual?

Xerim!

01 maio 2016

SPFW - 10 Looks Da Passarela Para A Vida - Dia 3

1. Ellus 2ND Floor

Olha que maravilha gente, a Ellus sendo geek. A marca se inspirou na série de TV "Batman" dos anos 60, por isso a referência mais urbana, cheia de rabiscos nas estampas. Amei a jardineira estampada, com um cropped brilhoso, as mais novinhas podem usar esse look facilmente na noite.

2. Iódice

Os nudes vêm com tudo. O modelo drapeado da marca já pode ganhar vida e desfilar nas ruas. Do jeito que foi desfilado, remete a casualidade de um evento diurno.

3. Isabela Capeto

No desfile de Isabela vemos muitos tecidos fluidos e referências a natureza. Adorei a simplicidade das peças, que ao mesmo tempo é de uma elegância extrema. O vestido que eu escolhi é lindo, mas com o cinto ganha aspecto casual.

4. A La Garçonne

A grife que tem a sua frente Alexandre Herchcovitch trouxe peças com tecidos vintages e material reciclado. O vestido tem modelo simples e do jeito que foi usado, de maneira minimalista, pode valer para diversas ocasiões.


5.Lenny Niemeyer


Neste caso, não da para sair na rua. Mas eu amei esse modelo de body. A marca se inspirou na cultura japonesa e rendeu muitos modelos compostos e peculiares. Ficaria lindo com um short, ou uma saia longa.

6. Reinaldo Lourenço

Com inspiração nos anos 80, a marca trás todo seu glamour. O vestido possui um corte lindo, o lenço no pescoço pode ser uma ideia de styling para a vida também. O look é um coringa que pode ser usado em diversas ocasiões.


7. Samuel Cirnansk

Samuel é a nossa versão do Elie Saab. O modelo é lindo e pode ser usado tanto em um casamento, quanto em festas de formatura.

8. Lenny Niemeyer

Amei a estampa e o modelo do sutiã do biquíni, um formato composto, porém diferente. A calcinha com um "cinto", não é comum, mas não vejo problemas se você puder tirá-lo e usar quando quiser.


9. A La Garçonne

Um look androgeno e workaholic. Um look para as executivas copiarem e deixarem seu dia-a-dia com mais cor sem perder a elegância.

10. Isabela Capeto


O look é romântico e casual. Para garotas jovens, que gostam de roupas leves. Eu julgaria como hipster. Pode investir no estilo.

E vocês, gostaram mais de qual look?

Xerim!

28 abril 2016

SPFW - 6 Looks Da Passarela Para A Vida - Dia 2

Mais um dia de SPFW, mais looks que já podemos copiar para já, sem desvendar conceitos, apenas usar por ai na vida. Apesar da coleção ser verão, está quente em muitos lugares e a inspiração já vale.

1. Juliana Jabour


A Juliana trás os ares setentistas do streetwear, por isso as roupas mais fluidas inspiradas nos hippies da época. Gostei do tom de lavanda para o dia-a-dia e fica muito bem nas loiras. A cintura baixa é ótimo para as de corpo tubo, ou que tem pouco quadril. Este look é perfeito para um passeio no fim de tarde com as amigas.

2. Karl Langerfeld Para Riachuelo

A coleção de Langerfeld para a Riachuelo tem atraído muitos as lojas. Peças básicas, com a estampa característica da marca dominaram a coleção. A vantagem desse desfile é que as peças já estão na loja. Esse look é perfeito para a noite.

3.PatBo


A PatBo tentou nos trazer um Brasil não caricato, e conseguiu. A mistura de estampas diminuiu o peso de estampas florais coloridas. Para as mais ousadas, este look pode ser usado em uma festa ao estilo risort na praia.

4. Paula Raia


Uma opção de vestido de noite para copiar para já. Os bolsos nas produções têm se tornado cada vez mais constantes nas passarelas e no tapete vermelho e trás um leve toque moderno a um modelo clássico.

5. VIX


A VIX é a marca responsável pela calcinha levanta bumbum, mas nas passarelas ela trouxe um verão mais sóbrio inspirada no sudeste asiático. A moda do cropped com a calcinha pequena continua, amei tanto o biquíni, quanto a rasteira.

6.VIX


Os looks da marca ainda são lindos. Amei este macacão, que da tanto para ser usado como saída de praia ou como um look para eventos com vibes praiana.

E você gostou mais de qual?

Xerim!

27 abril 2016

SPFW: 6 Looks Da Passarela Para A Vida - Dia 1

Ontem foi o primeiro dia do SPFW 2016. O evento onde as principais grifes do país desfilam. Hoje a proposta do CP é mostrar, dentre os looks desfilados no primeiro dia, os que você poderia adaptar mais facilmente para o seu dia-a-dia, ou estilo de ser.

1. Apartamento 03

No trabalho da marca vemos uma clara aderência ao estilo Lougewear. Esse look pode ser facilmente usado por pessoas: básicas e/ou minimalistas. Um vestido preto, longo e com corte reto pode ser o coringa no guarda-roupa de qualquer pessoa. Pode ser usado em ocasiões semi-formais ou profissionais, se usado como na passarela, sem acessórios.


2. Lilly Sarti

A marca inspirou-se no sertão para representar o conceito da sua coleção. O vestido preto cheio de vazados é um modelo coringa e que tem a ver com meninas de estilo: hipster, folk, despojado, jovem... Na minha opinião o look pode ser usado exatamente assim em um festival de música por exemplo. Com uma rateira ou tênis torna-se um vestido casual.

3. Lilly Sarti

Casual e sensual na medida certa. Esse tipo de calça: de tecido, folgada e com comprimento acima do tornozelo, promete ser um hit para dias de calor. A transparência, que hoje não é mais sinal de tanta ousadia se alia a um body, também transparente, uma boa ideia de styling para por em prática.

4. Ronaldo Fraga

Usou inspiração na África e nos refugiados, por isso tantas cores na coleção de uma maneira geral. Esse macacão usado assim com rasteira vira facilmente uma peça casual. De olho nós óculos, que podem virar queridinho das blogueiras.

5. UMA Raquel Davidowicz

O desfile tem uma pega sport chic e minimalista. O look representa bem isso. Amo essa ideia de usar camisa com botões nos braços e achei mais legal ainda estarem abertos. Esse tipo de colar alonga a silhueta e esse tecido com listras discretas também.

6. UMA Raquel Davidowicz

Vestido longo e tênis, uma tendência adotada pelas fashionistas. Amo quando os modelos são básicos e possuem fendas e recortes que exibem mais o calçado. O tênis bege pode ser uma promessa para a próxima temporada.

E vocês? de Qual look gostaram mais?

Xerim!