Dica de Especialista: Dicas Para Combater O Mau Hálito

Hoje eu convidei a dentista Dra. Kelly Patriza, para nos falar um pouco sobre o pior e mais comuns dos problemas bucais: o mau hálito. Afinal, quem nunca se decepcionou com um gatinho ao sentir aquele cheirinho? Segundo a Dra. "Calcula-se que aproximadamente 40% da população sofre ou sofrerá de halitose crônica em alguma época de sua vida". Caso você tenha, ou conheça alguém que está com esse "probleminha", não ignore: "O mau hálito ou halitose não é uma doença e sim, um sinal ou sintoma de que algo no organismo está em desequilíbrio, que deve ser identificado e tratado... A halitose pode ter mais de 60 causas, sendo que 90% delas são bucais", então esqueça essa história de sempre relacionar mau hálito a problemas de estômago e cuide da sua higiene bucal.

Causas da Halitose

Seguem abaixo as formas mais comuns, segundo Dra. Kelly:

  • Má higiene bucal – quando a placa bacteriana e resíduos alimentares não são completamente removidos, principalmente a não escovação da língua e remoção da saburra lingual
  • Enfermidade bucal – gengivite e doença periodontal;
  • Próteses totais – formação da placa e acúmulo de resíduos nas próteses, que precisam ser limpas diariamente;
  • Boca seca (xerostomia) – que pode ser causada por problemas nas glândulas salivares, medicamentos, respiração pela boca, radioterapia e quimioterapia, ou muito tempo sem se alimentar e beber água
  • Amígdalas – as fendas (criptas) mais largas das amígdalas podem permitir que os resíduos se acumulem na área;
  • Fatores externos – alimentos, como cebola e alho, e bebidas, como café e álcool, e o fumo;
  • Infecções do aparelho respiratório – garganta, seios paranasais (sinusite) e pulmões;
  • Doenças sistêmicas – diabetes, doenças renais/hepáticas, pulmonares e dos seios [maxilares/paranasais], distúrbios gastrintestinais.

Dicas De Como Tratar

Siga as dicas da dentista:
  • É importante fazer uma higiene bucal completa, três vezes por dia, escovando os dentes, usar o fio dental para remover restos alimentares e a placa bacteriana dos dentes e próteses e escovar a língua para eliminar as bactérias causadoras do mau hálito;
  • Alimentar-se em intervalos regulares para não ficar em jejum por muito tempo;
  • Tomar dois litros de água e/ou sucos naturais por dia;
  • Evitar a ingestão de café, refrigerante e chá preto. As bebidas são ricas em cafeína; substância que contribui para deixar a boca seca.
  • Tratar as infecções e/ou doenças sistêmicas detectadas
  • Não usar enxaguantes bucais com álcool, já que eles deixam a boca mais seca e pioram o hálito.
  • Visitar o dentista a cada seis meses.
Ótimo, você já sabe como cuidar da sua higiene bucal e evitar o mau hálito. Ok. Mas digamos, que o problema da vez é uma colega, o namorado, alguém que você se importa, porém não sabe como dizer. Você pensou que não, mas existe até jeito para isso, como conta Kelly: "o constrangimento nos leva, no máximo, a oferecer um chiclete ou uma balinha de hortelã. Quer ajudar de forma efetiva? A Associação Brasileira de Halitose oferece um serviço em seu site que é certeiro: um e-mail, ou uma carta, com o alerta sobre o problema é enviado para a pessoa com halitose. A correspondência também inclui um texto explicativo com as origens do mau hálito e como tratá-lo. A identidade de quem solicitou o serviço é mantida em absoluto sigilo". Sim, existe uma associação e sim você pode avisar alguém sem perder a amizade!


Iai meninas, gostaram?

Comentários

  1. Quem tem, realmente é um problema :/

    coisasuteisoufuteis.blogspot.com.br
    facebook.com/coisasuteisoufuteis

    ResponderExcluir
  2. ótimas dicas flor
    Beijos
    http://segredosdacahlima.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Disqus

Instagram